Home Data de criação : 09/04/26 Última atualização : 11/10/17 11:20 / 690 Artigos publicados

Night Visions  (SERIADOS) escrito em quinta 07 maio 2009 13:27

night visions

Blog de desenhosseriesretro :DESENHOS ANTIGOS E SERIADOS: TORO E PANCHO, ZE BUSCAPE, PANTERA COR DE ROSA, SMURF, ALF ETEIMOSO ..., Night Visions

Night Visions

Night Visions (2001)

Os episódios de “Night Visions” representam um mergulho nos inexplicáveis mistérios da humanidade, abordando principalmente casos sobrenaturais relacionados aos medos e dramas psicológicos do ser humano, confrontando as torturas desconhecidas da mente, em seu eterno conflito entre a razão e a insanidade, explorando muito mais as sensações de calafrios do que expondo sangue e violência gratuitos.
As histórias são apresentadas pelo músico, escritor e ator Henry Rollins, que sempre faz comentários curtos, objetivos, fortemente significativos, e muitas vezes até sarcásticos, sobre os temas abordados, tanto na introdução como no desfecho de cada episódio. Nascido em 1961, Rollins foi o líder da banda de punk rock “Black Flag” de 1981 a 86, e depois participou de um projeto solo, criando a banda “Rollins Band” em 1988, tendo o último trabalho lançado num CD em 2002. Trabalhou também na televisão, sendo apresentador na emissora de música “MTV”, participou como colunista em revistas, fez pontas em filmes, dublou vozes em desenhos animados e escreveu livros de poesia e autobiográficos.

Um fato importante a se considerar no projeto de “Night Visions” é a presença de grandes diretores e atores convidados conhecidos, os quais desfilam seus talentos pelas diversas histórias. Cineastas consagrados como Tobe Hooper (do clássico “O Massacre da Serra Elétrica”/1973 e “Poltergeist”/1982) e Joe Dante (“Grito de Horror”/1980 e “Gremlins”/1984), especialistas no gênero, e atores experientes como os veteranos Jack Palance, Malcolm McDowell, Brian Dennehy e Miguel Ferrer, e as atrizes Pam Grier (musa nos anos 1970) e Amanda Plummer, além de vários jovens vistos em filmes do cinema como Aidan Quinn, Thora Birch, Bill Pullman, Bridget Fonda, Stephen Baldwin, Jerry O’Connell, Lou Diamond Phillips, Jamie Kennedy, Michael Rapaport e Timothy Olyphant, entre muitos outros.

Também é interessante notar que alguns episódios de “Night Visions” foram dirigidos por atores tradicionais, permitindo uma oportunidade deles passarem para o outro lado das câmeras e exercerem uma função diferente. Foi o caso de Bill Pullman em “Uma Vista da Janela”, onde ele também atuou como o protagonista da história; de Brian Dennehy no episódio “A Reforma”, e da atriz JoBeth Williams (de “Poltergeist”) em “O Castigo”.

A série é mais uma das dezenas que apresentam histórias sobrenaturais, explorando argumentos que esbarram no suspense, horror, fantasia e ficção científica. Em todas essas séries, por apresentarem grande quantidade de histórias de todos os tipos, sempre surgem alguns episódios em destaque, com roteiros inteligentes e interessantes, que também se misturam com uma infinidade de outros inexpressivos e totalmente descartáveis.
Porém, no caso de “Night Visions” (“Visões da Noite”, onde foi preferido manter o título original no Brasil, o que pode ser considerada uma decisão acertada, já que o nome em inglês soa bem também para nós), a série pode ser classificada como acima da média, por apresentar muitas histórias boas e excelentes apesar da pequena quantidade de episódios produzidos numa única temporada em 2001.
A série estreou nos Estados Unidos com um programa especial de duas horas de duração, exibindo os quatro primeiros episódios seguidos, “A Lista de Passageiros”, “O Sacerdote Vodu”, “Saindo do Ar” e “A Reforma”, recebendo críticas favoráveis da imprensa especializada, e sendo considerada uma das melhores séries desse estilo nos últimos tempos.

Curiosamente quase 70% dos episódios receberam uma cotação boa ou excelente, justificando o esforço em assisti-los na televisão quando foram exibidos num péssimo e desconfortável horário escolhido pelo canal aberto “SBT” (aos domingos aproximadamente à meia-noite), fato que também demonstrou um indesejável descaso da emissora com o público que aprecia o cinema fantástico.
Episódios como “A Lista de Passageiros”, com Aidan Quinn, “Uma Vista da Janela”, com Bill Pullman, “Nas Trevas”, com Michael Rapaport, “O Labirinto”, com Thora Birch, “Harmonia”, com Timothy Olyphant, “A Carga”, com Jamie Kennedy, e “Padrões”, com Malcolm McDowell, demostram um cuidado especial com o roteiro, tornando-se histórias memoráveis com finais perturbadores, principalmente numa época carente de originalidade ou mesmo de contos interessantes e que consigam instigar a imaginação das pessoas.

Em especial, dois episódios podem ser considerados a elite de toda a série, na minha opinião, sendo que coincidentemente ambos misturam elementos de horror com ficção científica, confirmando que é plenamente possível juntar esses estilos obtendo bons resultados. Uma infinidade de divertidos filmes fantásticos do passado tem seus argumentos confundindo-se entre horror e FC, determinando praticamente uma fusão em um único gênero, sendo que na verdade ambos caminham muitas vezes lado a lado, com uma linha muito tênue separando-os, permitindo que se misturem constantemente. Tanto “Uma Vista da Janela”, dirigida e estrelada pelo ator Bill Pullman (de “Independence Day”/1996), como “O Labirinto”, de Tobe Hooper e com a jovem atriz Thora Birch (de “O Buraco”/2001), são episódios que conseguiram contar histórias de grande interesse em apenas 30 minutos (veja as sinopses na “Lista de Episódios”, porém esteja informado de que elas contém “spoilers”).
Como acontece em quase todas as séries de antologias de contos curtos com temática fantástica, “Night Visions” também gerou um filme especialmente produzido para a televisão chamado “Shadow Realm”, lançado pela “SciFi Channel” em 2002, apresentando quatro episódios que não chegaram a serem exibidos pela “Fox” junto com os demais, por causa dos atentados terroristas contra os Estados Unidos em setembro de 2001, fato trágico que obrigou o cancelamento da exibição da série em seus últimos episódios. Eles permaneceram inéditos até serem exibidos somente em 2002 pela “SciFi Channel” e também na forma de um filme. Retirando os comentários de Henry Rollins e com os créditos todos misturados, fizeram parte dessa produção para a TV as histórias “Padrões”, “O Labirinto”, “Harmonia” e “Vozes”, exibidas nessa ordem.

Fonte: http://juvenatrix.blogspot.com/2006/02/night-visions-2001-srie-de-tv.html

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.235.29.110) para se identificar     

Nenhum comentário
Night Visions


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para desenhosseriesretro

Precisa estar conectado para adicionar desenhosseriesretro para os seus amigos

 
Criar um blog